Fiat Freemont ganha versão Cross

17 07 2014

fiat-freemont-cross-2_290_193

A Fiat já comercializa na Europa o novo Freemont Cross, uma versão do utilitário esportivo que, apesar do nome sugerir, não traz suspensão elevada, tampouco adereços de plástico. Há apenas pequenos detalhes estéticos e de acabamento, além de novos equipamentos para posicionar o novo modelo como o mais caro da gama.

No visual externo, o Fiat Freemont Cross se diferencia das demais versões pela grade frontal com acabamento em black piano, acabamento prateado nas saias laterais, barras de teto e para-choques, acessório na dianteira que imita um quebra-mato, rodas de liga-leve de 19″ com pintura escurecida, faróis com máscara negra, lanternas com acabamento escurecido, entre outros.

Por dentro, a novidade fica por conta dos bancos que misturam couro e tecido, com direito a costuras na cor cinza, mesmo acabamento aplicado nos painéis das portas e no apoio de braço central. Além disso, há detalhes em grafite no painel de instrumentos, volante, console central e painéis das portas. O modelo dispõe de sete lugares, com direito a 32 configurações diferentes, além de 20 nichos para acomodar objetos, que somam uma capacidade de 140 litros.

A nova versão é oferecida com o motor 2.0 litros MultiJet II de 140 ou 170 cavalos de potência, mas sempre com torque de 35,7 kgfm, com transmissão manual e tração dianteira ou câmbio automático de seis velocidades e tração AWD (integral).

Entre os equipamentos de série do Fiat Freemont Cross, há seis airbags, espelhos retrovisores externos aquecidos e com rebatimento elétrico, sistema de abertura das portas e partida do motor sem chave, porta-copos iluminados, volante multifuncional, sistema de entretenimento com tela de 8,4 polegadas sensível ao toque, navegador GPS, DVD player, slot para cartão SD, Bluetooth, câmera traseira e sistema de som Alpine Premium com 6 alto-falantes, amplificador de 368 W e subwoofer, entre vários outros.

O Freemont Cross tem chances de chegar ao Brasil, entre o final deste ano e início de 2015. A versão para o mercado brasileiro, no entanto, deve receber apenas os adereços visuais e ficar sem a motorização diesel, o que levaria demais o seu preço. (novidade)


Ações

Information

Deixar um Comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: