Mercedes-Benz mais vendido no mundo, Classe C se renova com inspiração em smartphones

17 12 2013

mercedes classe c

A nova geração do Mercedes-Benz Classe C, modelo mais vendido da marca no mundo, foi lançada oficialmente na última segunda-feira (16), na Alemanha. O sedã rejuvenesceu, ficou mais leve, ganhou um Q mais esportivo e está repleto de tecnologia. Tais atributos podem ajudar a Mercedes a recuperar o espaço perdido, especialmente na Europa, para marcas consideradas mais “jovens”, como Audi e BMW. A novidade chega ao Brasil em 2014 e é um dos modelos cotados para ser produzido na futura planta da marca no País.

O que chama atenção, em um primeiro momento, é o visual. O Classe C manteve a elegância – uma característica inerente aos modelos da marca alemã – mas sua aparência está muito mais jovial. Na dianteira, os novos faróis foram inspirados no irmão maior Classe S e o cliente pode optar, como de costume, pela grade esportiva com a estrela ao centro, ou clássica, com o símbolo da marca sob o capô.

A curvatura do teto, bem como as lanternas traseiras em LED também foram inspiradas nos irmãos Classe S e E. Já a linha lateral bem acentuada, foi herdada do CLA. De série, o modelo conta com lâmpadas halógenas, mas são oferecidas duas opções em LEDs (estático e dinâmico).

Quanto às dimensões, o sedã cresceu 8 cm na distância entre-eixos (2.840 mm) ficou 9,5 cm mais longo (4.686 mm) e 4 cm mais largo (1.810 mm). Embora ele tenha ficado maior, o uso de uma nova carroceria em alumínio fez com que o sedã emagrecesse cerca de 100 kg. A perda de peso, segundo a montadora, reflete em um consumo de combustível 20% menor.

Inicialmente, o modelo chega com três variações de motores: O C 180, com propulsor a gasolina 1.6 de 156 cv e 25,5 kgfm de torque, a versão C 200, mais potente da gama, equipada com motor 2.0 também a gasolina de 184 cv e 30,6 kgfm de torque, e, por fim, a configuração a diesel C 220 BlueTEC com motor 2.1 de 170 cv e 40,8 kgfm de torque. De acordo com o fabricante, esta versão apresenta consumo médio de 25 km/l. Dependendo da motorização, o novo Classe C poderá utilizar transmissão manual de seis marchas ou câmbio automático de sete velocidades (7G-TRONIC PLUS). Como opcional, está disponível o sistema de tração integral, além de uma nova suspensão, com molas pneumáticas.

Os sistemas auxiliares são muitos, entre eles há o Attention Assist, assistência de frenagem, sistema de prevenção de colisões, sistema de alerta de saída de faixa, head-up display entre outros.

No interior, o acabamento foi aperfeiçoado e o console foi redesenhado. No entanto, o destaque vai para a tecnologia. O centro do painel conta com uma tela de uma tela de sete ou 8,4 polegadas, com internet. No descanso para a mão, no console, a marca instalou um inovadosr sistema touchpad, para facilitar o manuseio, que possibilita dar entrada a letras, números e caracteres especiais de forma manuscrita, como já vimos em diversos modelos da Audi.

Com tanta tecnologia embutida e um visual muito mais atraente, a sacada da Mercedes com o novo Classe C é conquistar os filhos de seus clientes, que debandam para marcas consideradas mais antenadas. Para o Brasil, ainda não foram confirmadas as motorizações, tampouco o preço, mas, de certo, terá muita gente de olho nele.


Ações

Information

Deixar um Comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: