Hyundai HB20 ganha série especial For You

19 09 2014

hb20-sd-foryou-01_290_193

Para comemorar os dois anos de lançamento da família HB20 – composta pelo hatch HB20, o sedã HB20S e o “aventureiro” HB20X – que já vendeu mais de 300 mil unidades no Brasil, a Hyundai lança uma edição especial batizada de For You que chega às versões hatch e sedã com preço de R$ 39.990 e R$ 43.375, respectivamente.

Limitada a cinco mil unidades, a edição especial será baseada na configuração Comfort Plus, disponível com o motor 1.0 flex de 80 cv. Como diferencial há rodas de liga-leve de 15”, retrovisores com repetidor de seta e acabamento preto fosco na moldura das portas, além do emblema da série especial, que ficará localizado nos para-lamas dianteiros.

Por dentro o destaque são os bancos em couro preto com costura cinza, ajuste elétrico dos retrovisores, volante com ajuste de altura e profundidade, banco traseiro bipartido (40/60) e acabamento cromado na alavanca do freio de mão, maçanetas e saídas de ar.

Para dar um upgrade no conforto, a série conta com comandos no volante para o áudio, que é oferecido em duas opções: rádio e MP3 com entradas auxiliar e USB, e a versão que adiciona bluetooth. O HB20 For You estará disponível nas lojas a partir da última semana de setembro, nas cores sólidas Branco Polar e Preto Onix e na metálica Prata Metal.





Novo UNO vem com START-STOP

27 08 2014

novo uno

Para recuperar a dianteira do ranking de vendas, o novo Uno chega com mais do que um simples tapinha no visual. O hatch da Fiat será o primeiro nacional a ganhar o sistema start-stop, que desliga automaticamente o motor em paradas de trânsito para economizar combustível que é amplamente utilizado a muito tempo em outros paises. Segundo a marca, o sistema, desenvolvido pela Bosch, proporcionará uma economia de até 20% em relação ao atual modelo. Mas será oferecido apenas para a versão Evolution, equipada com o atual motor 1.4 de 85/88 cv da gama. Além de confirmar a oferta do sistema.

Quanto ao conjunto mecânico, nenhuma novidade. Foram mantidos os motores 1.0 e 1.4 flex, de até 75 cv e 88 cv, respectivamente. As relações de marcha, contudo, foram alteradas, a quinta foi alongada para melhorar as médias de consumo. De acordo com o Inmetro, o Uno Evolution 1.4 tem nota A e consome 8,9 km/l na cidade e 10,5 km/l na estrada, quando abastecido com etanol. O Uno Sporting, por sua vez, ofertará o câmbio automatizado de cinco marchas Duologic Plus, para quem quiser abandonar o câmbio manual e a constante troca de marchas. A caixa automatizada, no entanto, será oferecida com aletas atrás do volante para o motorista que desejar o modo sequencial.

De acordo com a Fiat, a nova família Uno será oferecida comcom sete versões. São elas: as novas Attractive 1.0 e Evolution 1.4 Start&Stop, mais as versões Way 1.0 e 1.4 e a Sporting 1.4. A elas somam-se as versões Vivace 1.0 de duas e de quatro portas, que mantêm a carroceria e o visual atual e será vendida como uma variante de entrada do Uno, assim como é hoje o Palio Fire e novo Palio.

O Uno 2015 começa a chegar as revendas na segunda quinzena de setembro. Os preços da versão de entrada Vivace devem permanecer na faixa dos R$ 26 mil, enquanto a tabela nova versão Evolution deve começar em R$ 35 mil, patamar em que estão modelo como Hyundai HB20, Chevrolet Onix e o novo Ford Ka.





FIAT UNO SPORTING TERÁ START-STOP, CÂMBIO AUTOMATIZADO E CENTRAL MULTIMÍDIA

3 07 2014

uno5

O Fiat Uno retocado será a principal novidade da Fiat para o segundo semestre, já que depois dele as atenções de grupo Fiat-Chrysler se voltarão ao Jeep Renegade. O Uno será lançado em setembro com as mesmas motorizações atuais e opção de câmbio Dualogic. Não é agora que o modelo ganhará o motor 1.0 três cilindros e o ESP integrado ao Hill-Holder, guardados para 2015. Mas a Fiat quer novamente inaugurar uma tecnologia entre os carros brasileiros: o sistema start-stop nos motores 1.4, que ficaria para o ano que vem mas teve o seu lançamento antecipado e equipará, além do novo Uno Economy e Sporting, toda a linha Fiat com motores 1.4 EVO para cima, incluindo os 1.6 e 1.8 E.torQ.

Além do estilo com mais arestas, o Uno terá interior redesenhado. O painel ficará mais parecido com o do Punto e do Panda europeu. Para dar aquele toque tecnológico terá volante multifuncional, central multimídia sensível ao toque, botões dos vidros nas portas e quadro de instrumentos com com tela LCD maior. Sem falar no câmbio Dualogic Plus. Ao contrário de outros modelos automatizados da Fiat, o Uno dispensará a alavanca de marchas e adotará um console com botões, deixando as trocas sequenciais para as borboletas no volante.

Por fora, a inspiração no quadrado “arredondado” fica mais clara na padronagem tridimensionais das lanternas, enquanto o escape central vem do conceito Uno Cabrio de 2010, que também inspirou o para-choque dianteiro mais pronunciado.





Novo Sandero será lançado em meio à Copa do Mundo

30 05 2014

renault_sandero_01_290_193

A Renault não teve paciência para esperar o final da Copa do Mundo no Brasil para lançar o novo Sandero. A marca francesa marcou a apresentação do seu modelo mais vendido para o dia 30 de junho, em meio ao evento esportivo.

A decisão surpreende já que muitas montadoras decidiram esperar o fim da Copa no dia 13 de julho para retomar a agenda de lançamentos. O receio é que não haja repercussão na mídia – na data escolhida, ocorrerão as oitavas de final da competição, mas não há risco de termos um jogo do Brasil, que jogará ou no sábado ou no domingo anterior.

Câmbio automatizado

A suposta despreocupação da Renault pode ter a ver com o fato de o Sandero ser um carro bem-sucedido no mercado brasileiro. Mesmo na iminência de mudar, o hatch vende bem ainda. Com o novo visual, mais bem acabado e com interior melhorado, é bem provável que a boa aceitação continue.

Pela primeira Sandero e Logan terão uma identidade única. Na primeira geração, os dois carros não se pareciam a ponto de clientes não acreditarem que se trata da mesma base – como num Gol e um Voyage ou num Onix e um Prisma.

Além de novidades como central multimídia, comandos satélites no volante, ar digital e piloto automático, a marca francesa deve estrear uma nova transmissão com embreagem automatizada, que pode se chamar “REC” (embreagem robotizada eficiente). O sistema é semelhante ao que usam Fiat (Dualogic), Volks (I-Motion) e Chevrolet (Easytronic), ou seja, trata-se de um câmbio manual, mas com trocas automáticas. Na geração atual, a Renault equipou o Sandero com uma caixa automática convencional, de quatro velocidades, mas que tornou o carro gastão.

Os preços, acredita-se, serão semelhantes aos praticados atualmente e o Sandero continuará sendo oferecido com motor 1.0 16V, 1.6 8V e, provavelmente, 1.6 16V na versão automatizada.





Primeiras impressões: Honda Fit LX manual e EXL

5 05 2014

honda_fit_2014_055

Engana-se quem acha que o principal lançamento da Honda nesse ano será o jipinho Vezel, ou que a reestilização do Civic, programada para junho, foi antecipada para mantê-lo como carro-chefe da marca. Com 48 mil emplacamentos previstos para o período de maio a dezembro deste ano, o Fit assume na terceira geração a responsabilidade de ser o Honda mais vendido do país e incrementar o volume de produção da nova planta de Itirapina (no interior de São Paulo), onde a montadora investiu R$ 1 bilhão para fabricar ele e o futuro SUV compacto.

De quebra, o Fit 2015 é o primeiro a mostrar no Brasil a nova identidade visual da marca, batizada de “Solid Wing Face” e cuja principal caracterização está nos faróis, na grade e no forte vinco lateral.

A missão do novo Fit, portanto, é grande – assim como os acertos e erros para cumpri-la.
CVT de volta
Quando lançou a segunda geração do Fit, em outubro de 2008, a Honda alegou que a troca do câmbio CVT por um novo automático com opção de trocas manuais buscava novos clientes (sobretudo homens) que pediam mais esportividade. O discurso agora, ao retomar a tecnologia de transmissão com marchas continuamente variáveis, enaltece a necessidade de economizar mais combustível. Parece ter sido uma escolha sensata, já que o Fit passou de nota B para A na avaliação do Conpet, o programa de etiquetagem veicular do Inmetro – segundo a marca, o carro está 17% mais econômico nas versões com câmbio CVT e 8% nas equipadas com transmissão manual.

A redução no consumo também se deve a uma oferta maior de torque em rotações mais baixas, atingida com o aumento da taxa de compressão, retrabalho no comando de válvulas e redução de peso do motor. No modelo 2015, o motor 1.4 sai de cena, enquanto o bloco 1.5 traz a tecnologia FlexOne, que não utiliza um subtanque com gasolina para dar partida em dias frios.

Destaque para o novo controle eletrônico de abertura das válvulas que, em resumo, faz o motor trabalhar como um 8 válvulas em baixas rotações e como um 16 válvulas (como de fato é) em altos giros.

Com mais torque em baixas rotações, o 1.5 de 116 cv e 15,3 kgfm é condizente com a proposta do carro, e como bônus também empolga quem quer um pouco mais do que um passeio tranqüilo.





Novo Ka será lançado logo após a Copa

14 04 2014

fordkahotsite_01_290_193

Ford equipará seu novo popular com inédito motor 1.0 de 3 cilindros, ‘o mais potente do mercado’

A Ford vai aguardar o final da Copa do Mundo no Brasil, em julho, para lançar o novo Ka, seu futuro modelo de entrada no mercado. E, para ganhar tempo, colocará à venda tanto a versão hatch quando a sedã.

Nela será feito um inédito motor 1.0 de 3 cilindros e duplo comando de válvulas. Com 85 cv de potência (etanol) e 80 cv (gasolina) ele será o propulsor mais potente do gênero, batendo assim o rival da Volkswagen que equipa o up!.

Segundo um executivo da montadora, o Ka hatch chegará ao mercado apenas com esse motor, que é derivado do 1.0 Ecoboost vendido no exterior. A diferença é que o motor brasileiro não terá turbo: “equipá-lo com esse recurso o tornaria 4 a 5 mil reais mais caro”, explicou.

A versão sedã terá também outro motor mais forte, o que é comum nesse segmento devido à exigência de levar mais passageiros. Mas a Ford faz mistério a respeito. Há o 1.5 Sigma, produzido em Taubaté e equipa o irmão maior New Fiesta, mas pode ser um novo propulsor intermediário.

A fábrica de motores de Camaçari tem capacidade para produzir 210 mil unidades por ano num espaço moderno que conta até com ar-condicionado na linha de montagem: “é para manter o padrão de construção desse motor, que é mais avançado que os demais”.

Com 200 mil veículos a mais, a Ford pode, enfim, encostar nas rivais GM, Volkswagen e Fiat, um sonho acalentado desde o final da Autolatina, na década de 1990. Desde então, a montadora americana renasceu no Brasil, mas nunca saiu da 4ª posição no ranking.





FIAT PALIO 2015 PARTE DE R$ 33.520

9 04 2014

palio_sporting_045

O Fiat Palio 2015 chega às concessionárias neste mês. Sem qualquer grande alteração no visual, o hatch estreia com preço inicial de R$ 33.520. A cifra corresponde a um aumento de R$ 860 frente à versão anterior.

A maior novidade fica por conta da adição de de vidros dianteiros e travas elétricas na versão de entrada Attractive, equipada com motor 1.0 de 75 cv de potência. O modelo ganha também chave canivete com telecomando, novo acionamento para abertura do porta-malas e alarme antifurto. Numa tentativa de dar mais requinte ao hatch, os comandos de climatização ganharam anéis cromados.

A lista de opcionais foi incrementada com Tilt Down. Trata-se de um sistema que inclina para baixo o espelho retrovisor do lado passageiro quando o motorista engata a marcha ré. A intenção é que o condutor tenha melhor visualização na hora de manobrar o carro. O item está disponível apenas para as configurações com retrovisor elétrico.

Confira todos os preços do Fiat Palio 2015:

Novo Palio Attractive 1.0: R$ 33.520.
Novo Palio Attractive 1.4: R$ 37.030.
Novo Palio Essence 1.6: R$ 41.010.
Novo Palio Sporting 1.6: R$ 43.030.








%d blogueiros gostam disto: