Mito ou verdade? Quando o motor está frio ele se desgasta mais?

4 04 2014

artigo_mito_ou_verdade5

Este artigo explica se é mito ou verdade o fato de um motor frio desgastar mais que um motor quente. Veja rapidinho e surpreenda-se ;)





Artigo: Ajustando o ponto de ignição do motor.

27 12 2013

Achou que iríamos esperar 2014 para trazer novidades? Se enganou, trouxemos mais um artigo para fechar 2013. Artigo muito útil para quem gosta ou quer aprender mais sobre mecânica e preparação de motores.

pistola de ponto

Quer aprender como limitar ou travar o avanço do ponto do motor pelo distribuidor? Ou aprender a colocar no ponto o motor utilizando a pistola?

Veja aqui o artigo:

http://www.boxonline.blog.br/?pagina=www.boxonline.blog.br/?=boxonline.blog.br/artigos/artigo_botando_no_ponto_pistola_avanco.asp





Conceito Audi Sport Quattro entrará em produção

20 12 2013

audi

Desde sua aparição no Motor Show de Frankfurt, em setembro, o conceito Sport Quattro Concept tem conquistado inúmeros elogios. Isso fez com que a Audi colocasse em prática a ideia de produzi-lo.

O CEO da montadora, Rupert Stadler, afirmou em entrevista recente para a revista alemã Auto Motor und Sport que, devido à resposta positiva das pessoas, a empresa tem trabalhado bastante para viabilizar a produção do veículo.

Segundo Ulrich Hanckenberg, novo cheve de desenvolvimento da Audi, o modelo a ser produzido não contará com um propulsor híbrido, como apresentado no Motor Show, que consequentemente terá sua potência reduzida.

O que definitivamente dará vida ao superesportivo será um motor 2.5 de cinco cilindros, que deverá render de 340 a 360 cv.

Além disso, o Sport Quattro Concept será trabalhado em cima da plataforma do A6, ou seja, uma versão um pouco mais curta.

O modelo também irá contar com componentes feitos em fibra de carbono a alumínio em sua carroceria, garantido que o veículo não ultrapasse os 1300 kg. Preços ainda não foram divulgados, mas conforme o programado, sua produção terá inicio em 2015.





BMW revela nova geração do M3 e inédito M4

15 12 2013

m3

A BMW se adiantou ao Salão de Detroit e revelou a nova geração do esportivo M3, que traz não só mudanças estéticas, como também novos rumos no quesito mecânico. A apresentação do sedã foi acompanhada do lançamento do cupê M4, que também estreará no evento norte americano, entre 13 e 26 de janeiro.

Sob o capô, o M3 traz a principal mudança em relação à geração anterior: pela primeira vez em 26 anos, o esportivo adota um turbocrompressor, que eleva a potência do motor 3.0 de seis cilindros em linha para 425 cavalos e 56 kgfm de torque. Na comparação com o 4.0 V8 anterior, aspirado, houve um avanço de 11 cavalos e 15 kgfm de torque.

De acordo com a BMW, é o motor de menor capacidade cúbica desenvolvido pela divisão M desde a descontinuação, em 1991, da primeira geração do M3, que levava um 2.3 litros de quatro cilindros – ao mesmo tempo, é o propulsor mais potente a equipar um M3. O câmbio pode ser manual, de seis marchas, ou automatizado de dupla embreagem e sete velocidades. Dados de desempenho registram 4,1 segundos de 0 a 100 km/h e velocidade máxima de 250 km/h, que pode ser opcionalmente elevada para 280 km/h. Outros equipamentos de destaque são a função stop-start, direção com assistência eletro-mecânica e freios com sistema de regeneração de energia.

Esteticamente, o novo M3 se difere da versão convencional do Série 3 pelos para-choques maiores e redesenhados para melhor fluxo do ar, rodas de desenho distinto e cores exclusivas. Internamente, painel e banco têm apelo esportivo.

Com a criação do Série 4, a nova geração do M3 passa a existir somente na carroceria sedã, deixando o papel de cupê esportivo médio na gama da BMW para o M4, idêntico ao M3 mecanicamente.





VW Up! é flagrado em testes finais antes de estrear, no início de 2014

13 12 2013

up

Há mais de um ano em testes pelo Brasil, o Volkswagen Up! enfim entra nos ajustes finais antes da estreia oficial, marcada para o primeiro bimestre de 2014.

Volkswagen Up! será o novo modelo de entrada da Volkswagen, caso a empresa mantenha os planos de aposentar o Gol G4 (o governo federal pretende adiar a obrigatoriedade de 100% dos carros nacionais saírem de fábrica com ABS e airbag, itens incompatíveis com o Gol G4).

O modelo foi lançado em 2011 na Europa, e o exemplar nacional – que será fabricado na planta de Taubaté, no interior de São Paulo – repete parcialmente o visual e algumas soluções do Up! europeu: para cortar custos de produção, o carro nacional tem tampa do porta-malas de aço, e não totalmente em vidro, como o original.

O exemplar nacional ainda precisou de uma adaptação na traseira, que ficou pouco maior em relação ao europeu. A explicação está no alvo do Up! brasileiro: destinado a jovens (geralmente solteiros) na Europa, o carro daqui também atenderá famílias que terão nele seu primeiro carro.

Equipado com motor 1.0 de 3 cilindros – já presente no Fox Bluemotion -, o compacto será lançado nas versões duas e quatro portas.





Bugatti revela a terceira “lenda” do Veyron Grand Sport Vitesse

12 11 2013

bugatti_veyron

A terceira lenda de seis da série “Les Légendes de Bugatti” foi revelada. Todos os carros serão baseados no já conhecido Bugatti Veyron 16.4 Grand Sport Vitesse, mas este tem como inspiração o piloto italiano Bartolomeo “Meo” Costantini.

Nascido em 1889, Constantini foi piloto da Bugatti por oito anos, tendo vencido provas na Itália e na Espanha e se tornado amigo pessoal de Ettore, fundador da montadora francesa. Após encerrar sua carreira como piloto, “Meo” passou a ser diretor da equipe de corrida, cargo que manteve até 1935.
LEIA TAMBÉM:

Assim como os carros em homenagem a Jean-Pierre Wimille e Jean Bugatti, o “Meo” Constantini também é personalizado com detalhes da carreira do italiano. Para lembrar a vitória de Bartolomeo em Targa Florio, na Sicília, o traçado da corrida está presente na parte de baixo do aerofólio traseiro e no interior do automóvel, entre os bancos.

Com portas cromadas e a pintura exclusiva “Bugatti Light Blue Sport”, o esportivo com capacidade para acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 2,6 segundos terá uma produção limitada a três unidades. A estreia do carro aconteceu no Dubai Motor Show, na última semana.





Novo Logan custará quase o mesmo que o antigo

8 11 2013

logan-aut-2014-01_290_193

Preços das quatro versões vão de R$ 28.990 a R$ 42.100. Modelo chega esta semana às concessionárias

A Renault decidiu manter praticamente o mesmo portfólio de versões do Logan na nova geração, que acaba de ser apresentado nesta segunda-feira, 04, em São Paulo. O sedã da categoria compacta, mas que se destaca pelo generoso espaço interno, manteve essas virtudes, porém, está mais agradável e com linhas mais proporcionais.

A marca francesa também melhorou sensivelmente o acabamento e introduziu itens hoje requisitados pelos clientes como central multimídia, piloto automático e ar digital. Porém, esses confortos só são disponíveis como opcionais nas versões mais caras.

Por outro lado, o Logan continua brigando no andar de baixo do segmento com a versão Authentique 1.0 (80hp), mas que agora está três cavalos mais potente. Ela passa a conta com rodas aro 15 (ante aro 14), traz airbag duplo e ABS (por obrigação da lei) e ar-condicionado e direção hidráulica como opcional, o que não era possível na geração anterior. Seu preço é de R$ 28.990, mil reais a mais que a antiga Authentique.

As versões que devem responder por metade das vendas são a Expression 1.0 e 1.6. As duas oferecem de série rádio com MP3, computador de bordo, vidros dianteiros elétricos, direção hidráulica e ar-condicionado, no caso da versão mais potente. Os preços são de R$ 33.990 (1.0) e R$ 39.440 (1.6). Como houve incremento de itens em relação ao sedã anterior, a Renault subiu os valores em R$ 3 mil e R$ 1.950, respectivamente.

A versão top agora passa a ser a Dynamique, com preço de R$ 42.100, praticamente o mesmo da Expression 1.6 16V do primeiro Logan. As diferenças começam com o motor, que agora é o mais fraco 1.6 8V, e com a transmissão, que é manual (no Expression era automática). A montadora, aliás, suprimiu o item no novo Logan, ainda não se sabe se de forma definitiva.

Novidades ficaram como opcionais
O Dynamique mira os clientes de sedãs mais caprichados como o Prisma, o HB20S e o Grand Siena. O pacote de série inclui piloto automático, inédito no modelo, luz indicadora de direção nos retrovisores, faróis de neblina e rodas de liga aro 15. No entanto, novidades como a central multimídia “NAV 1.2”, o sensor de estacionamento e o ar-condicionado automático são opcionais cujos preços não foram informados, mas que, estima-se, farão o Logan completo custar praticamente R$ 50 mil.

Apesar da profunda mudança por que passou, o Logan deve vender em torno de 3,5 mil unidades por mês, volume modesto para o segmento e mesmo se comparado ao irmão Sandero, que emplaca quase 10 mil carros mensalmente. A Renault manteve a garantia de 3 anos, que foi a novidade na época do primeiro lançamento em 2007. O modelo chega às concessionárias nesta semana. Confira avaliação do Logan 2014 nos próximos dias.





Mito ou verdade: Você sabe medir o oleo do motor?

4 11 2013

artigo_oleo

Você mede corretamente o óleo do motor? Simplesmente puxa a vareta e olha? Espera todo o óleo descer para medir com o carro frio?

Então veja este artigo e tire suas dúvidas se você mede corretamente ou se você é Vítima de algum mito.

:)





Como conseguir mais Potência/Torque para seu carro?

17 10 2013

artigo polia regulavel


Quer conseguir mais Potência ou Torque para seu motor de uma maneira fácil e relativamente barata? Sim é possível. Este artigo é sobre uma
peça muito simples que faz uma mudança grande na curva de torque/potência do seu motor, falamos da polia regulavel.

Para ver o Vídeo clique aqui: http://boxonline.blog.br/artigos/artigo_polia_regulavel.asp





Dica: Motor sacode ou treme muito? O defeito pode ser simples.

20 09 2013

artigo_calco_motor

Seu carro ou motor sacode ? Fica tremendo? Faz alguns barulhos de estalos quando acelera ou solta o acelerador, ou até mesmo quando passa em ondulaçoes?

Derrepente você imagina que o conserto saia bem caro, mas pode ser uma besteirinha, veja este artigo sobre coxim/calço motor e tire suas dúvidas ;)





Punto Blackmotion chega por R$ 49.900

11 08 2013

punto_blackmotion_01_290_193

Com visual inspirado na versão T-Jet, modelo vem equipado com motor E.torQ 1.8 de 132 cv

A Fiat embarcou mesmo na onda das séries especiais. Depois de lançar a versão Wolverine do compacto Bravo, a marca italiana lança agora uma versão mais sóbria do Punto. Batizado de Blackmotion, o hatch é equipado com motor E.torQ 1.8 16V de 132 cavalos de potência e está disponível a partir de R$ 49.900.

O visual foi inspirado na versão T-Jet e traz para-choques dianteiro e traseiro com design esportivo, faróis com máscara negra, saias laterais, capa dos retrovisores externos, friso do capô, revestimento das colunas e spoiler pintados em preto fosco. Rodas em liga leve 16” com pintura na cor Grigio Netuno e Diamantada completam o visual.

O interior conta com acabamento predominante em preto e bancos esportivos com bordado Blackmotion no encosto. Dentre os itens de série, há rádio integrado ao painel com entrada USB, volante em couro com comando de rádio, sensor de estacionamento, sinalização de emergência, airbag duplo e ABS.
Divulgação

Embora a linha faça alusão a cor preta, o Punto Balckmotion também
Caso o comprador esteja disposto a gastar um pouco mais, a versão pode ser equipada com itens como o botão DNA – para versões com câmbio Dualogic Plus – que permite ao condutor escolher três modos de direção: (D)inâmico, que privilegia o desempenho, (N)ormal e (A)utonomia, que possibilita maior economia de combustível, além de teto solar elétrico skydome, sistema Blue&Me, entre outros itens – que podem fazer o carrinho chegar aos R$ 64.901.





Ford New Fiesta Sedan reestilizado custa de R$ 49.990 a R$ 58.990

7 07 2013

newfiesta

A Ford traz de volta o New Fiesta Sedan, que havia parado de importar no ano passado, agora reestilizado. Diferentemente do hatch, que passou a ser fabricado no Brasil em abril passado, o sedã que será vendido no país continua sendo importado do México. Os preços partem de R$ 49.990.
saiba mais

Veja tabela completa de preços:
R$ 49.990 – manual
R$ 53.640 – poweshift
R$ 55.340 – Titanium manual
R$ 58.990 – Titanium Powershift

O New Fiesta Sedan estreia sistema de partida a frio sem tanquinho, que aquece o combustível, quando necessário, a partir da abertura da porta do motorista – o sistema já havia aparecido no New Fiesta hatch. Peugeot, Citroën e Honda já vendem carros com essa facilidade. Com novo visual, o sedã teve lançamento mundial no último Salão de SP e o Brasil é o primeiro mercado a recebê-lo.

De acordo com a Ford, as versões com câmbio Powershift devem ser responsáveis pela maior parte das vendas. A montadora considera o Honda City, que parte de R$ 50.990, como seu principal rival.

A reestilização é marcada pela nova grade dianteira, apelidada de “bocão”, seguindo a nova identidade da Ford. Vincos laterais chegam até a traseira, para dar uma sensação de rapidez, diz a marca. A traseira foi refeita com elementos visuais que fazem com que pareça mais larga, mantendo o desenho de proporção mais curta. Um “mini-Fusion”, descreve a Ford.

O motor é o Sigma, agora com duplo comando de válvulas variável, que melhora respostas. O bloco 1.6 flex desenvolve 130 cv, com etanol, e 125 cv, com gasolina.

A transmissão é manual ou automatizada (Powershift). A direção é elétrica. De série há ainda 7 airbags, assistente de partida em rampa, controle eletrônico de estabilidade e tração.





Fox BlueMotion 1.0 mira no bolso do cliente

27 06 2013

fox

Modelo, que estreia o moderno e econômico motor três cilindros da Volkswagen, chega a partir de R$ 32.590

Vale a pena pagar R$ 750 a mais por um cilindro a menos sob o capô? Ao que tudo indica, sim. E essa é a aposta da Volkswagen e sua estratégia para ganhar a clientela com o Fox BlueMotion 2014, que estreia o novo motor 1.0 de três cilindros, o mais potente motor de um litro do Brasil, segundo a marca alemã.

O modelo chega às lojas na primeira semana de julho na versão 2 portas partindo de R$ 32.590 e na versão 4 portas começando em R$ 34.090 – em ambos os casos, a diferença é de R$ 750 para o Fox 1.0 com motor convencional de quatro cilindros, que continua a ser oferecido no mercado.

Mais potência e menor gasto de combustível
O novo motor é produzido em São Carlos, interior de São Paulo, e pertence à família EA211. Para sua preparação, a equipe de engenharia da marca alemã trabalhou três principais pontos: redução de peso, menor consumo de combustível e melhor performance. Segundo a Volks, durante o desenvolvimento do novo coração do Fox BlueMotion, 2,4 milhões de quilômetros foram percorridos em testes de rodagem, inclusive sob temperaturas abaixo de -15˚.

Com tecnologia bicombustível, o motor rende 75 cavalos de potência quando abastecido com gasolina e 82 cv com álcool, já o torque é de 9,7 kgfm e 10,4 kgfm, respectivamente. Segundo a marca, a aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 13,5 segundos, enquanto a velocidade máxima fica em 166 km/h.

O bloco e cabeçote em alumínio, além da otimização na construção de peças que compõe o propulsor, o fizeram emagrecer 24 kg. Os cilindros agora têm maior diâmetro, o que permite melhor enchimento da câmara de combustão e consequentemente melhor aproveitamento do combustível. A termodinâmica é melhorada também graças ao comando de válvulas variável na admissão, são 12 válvulas (4 por cilindro).

O coletor de escape passou a ser integrado ao motor em uma peça única, com refrigeração líquida. Este sistema faz com que o motor atinja sua temperatura ideal de funcionamento mais rapidamente. Outra inovação é o duplo circuito de arrefecimento, que permite que bloco e cabeçote trabalhem em temperaturas diferentes. Tudo pensado para aumentar o desempenho e reduzir o consumo e a emissão de poluentes. (Nossa O.o)

O EA211 é o primeiro motor brasileiro nesta faixa de cilindradada e dispensar o tanquinho de combustível para partidas a frio. O sistema utilizado pela Volks chama-se E-Flex, aplicado pela primeira vez na linha com o Polo em 2009.

Economia de combustível em primeiro lugar
Não é apenas no motor que a Volks quer garantir a economia de combustível, modificações mecânicas e estéticas também dão uma mãozinha. Entre as alterações está a nova direção com assistência eletro-hidráulica (antes era só hidráulica) que reduz o consumo energético em 3%, diz a VW. Já a transmissão manual de 5 velocidades teve a relação de marchas alongada em até 10%, forçando o motor a trabalhar em rotações mais baixas.

Para melhorar a aerodinâmica, a grade frontal ficou com uma abertura bem estreita e as calotas foram redesenhadas. Os pneus “verdes” de baixa resistência ao rolamento (175/70 R14) que já eram utilizados nas versões BlueMotion, permanecem.

Volta rápida
Quem já dirigiu modelos equipados com motor de três cilindros reconhece o ruído inconfundível – alguns dizem que se assemelha a um cortador de grama. No entanto, a Volks trabalhou direitinho para que o barulho característico não fosse um agravante no Fox BlueMotion. Além da boa acústica na cabine, há maiores silenciadores no sistema de escape e até mesmo o filtro de ar possui ressonadores para diminuir os ruídos.

Convenceu?





Novo Siena terá airbag e ABS de série, e porta-malas maior, diz Fiat

23 03 2012

Agora chamado Grand Siena, carro foi apresentado no Chile.
Feito em nova plataforma, ele tem novas medidas e 2 opções de motor.

Novo Siena terá airbag e ABS de série, e porta-malas maior, segundo a Fiat. Feito em nova plataforma, ele tem novas medidas e 2 opções de motor.

A Fiat divulgou os detalhes técnicos e equipamentos que estarão no modelo. Segundo o site onde a montadora publica informações para a imprensa, o sedã, que passará a ser chamado de Grand Siena, terá porta-malas maior, passando de 500 litros para 520 l, e contará, entre itens de série, com airbag duplo e freios ABS (Ítens que seão obrigatórios no Brasil em breve).

O carro foi feito em nova plataforma e foi redesenhado em parceria do centros de estilo da Fiat na Itália e em Betim (MG), sede da marca no Brasil. Na comparação com o modelo anterior, segundo a montadora, o Siena é 134 milímetros mais comprido, 61 mm mais largo, 53 mm mais alto e possui entre-eixos 137 mm maior.

Ele será vendido nas seguintes versões: Grand Siena Attractive 1.4, Grand Siena Tetrafuel 1.4, Grand Siena Essence 1.6 16V e Grand Siena Essence Dualogic 1.6 16V ─ esta última equipada com câmbio semiautomático. Os preços ainda não foi divulgado mas segundo a FIAT o carro deverá ainda ser um popular.

A Fiat diz ainda que o atual Siena EL (1.0 e 1.4) continuará à venda, como um modelo de entrada, como todos os outros modelos da Fiat, ex Uno e Nova Uno, Strada e Nova Strada, Palio e Novo Palio.

O Grand Siena não terá versões 1.0 (Graças!!), apenas 1.4 e 1.6. Uma das duas opções de motor é o Fire 1.4, flex ou tetrafuel (já presente na linha 2012) – que roda com álcool, gasolina, qualquer mistura dos dois, gasolina E-0 (sem álcool) ou gás natural (GNV) (Eu quero ver muito esse motor, pois para fazer um motor rodar com Gasolina SEM ALCOOL+Gasolina com Alcool+Alcool puro, estou doido para ver o Consumo, Taxa de Compressão e desempenho disso). Na versão flex, quando abastecido com álcool, desenvolve 88 cavalos de potência, com 12,5 kgfm a 3.500 rpm. O motor 1.6 flex tem 117 cv e 16,8 kgfm de torque a 4.500 rpm, também com etanol.

E como está sendo de costume não foram divulgadas informações sobre consumo de combustível.

A suspensão traseira agora é derivada do Punto, mas com ajuste exclusivo para o Siena, detalhando que a bitola traseira ficou maior que a dianteira e que os amortecedores traseiros, em conjunto com as buchas inclinadas de maior diâmetro, “deixam o sistema mais eficiente para absorver as irregularidades do piso”, sem comprometer o nível de isolamento acústico e de vibrações no interior do veículo.
Creio que a suspensão também foi recalibrada para receber o novo peso sobre o eixo traseiro já que o punto e o novo Siena são BEM diferentes.

Equipamentos
Todas as versões contarão com airbag duplo frontal (motorista e passageiro) e freios ABS com EBD, e terceiro apoio de cabeça traseiro rebaixado e com regulagem de altura, direção hidráulica, travas elétricas, vidros dianteiros elétricos, faróis de neblina, volante com regulagem de altura, desembaçador traseiro, computador de bordo e alerta de limite de velocidade e manutenção programada. O Essence terá de série ar-condicionado, rodas de liga-leve 16 polegadas e banco do motorista com regulagem de altura.

Entre opcionais estão rádio CD/MP3 com Bluetooth, conexão USB e iPod, volante em couro com os comandos do rádio, comando do câmbio tipo borboleta no volante (na versão Dualogic), para-brisa térmico, air bags laterais dianteiros e sensores de chuva (que aciona o limpador para-brisa), estacionamento e crepuscular.

O quadro de instrumentos tem iluminação e display brancos. Segundo a Fiat, o Grand Siena pode ter até 15 porta-objetos, dependendo da configuração e dos itens opcionais escolhidos. Haverá 12 cores de pintura e o sedã terá 1 ano de garantia.

Resta esperar para ver quanto será o carro, mas pelo que fontes informam deve vir ‘equiparado ao Cobalt (40.000,00)’





Dica: Carro não pega e agora?

19 03 2012

Você vai ligar seu carro e nada. Parece ser problema da parte elétrica, mas qual a característica de cada problema?

Neste artigo simples mostra quais sintomas de problemas de bateria, alternador e motor de arranque.
Clique aqui e assista!








%d blogueiros gostam disto: